Oferta!

A questão da referência: das teorias clássicas à dispersão de discursos

R$39,00 R$10,00

Um livro primoroso. Rigoroso, erudito e extremamente claro, rastreia mais de um século de debates sobre o problema da referência examinando os sucessivos deslocamentos operados nos campos da lingüística e da filosofia da linguagem ao longo de todo o século XX. Dotada de impressionante capacidade de síntese, a autora transita com desenvoltura dos discursos filosóficos e científicos, caracterizados por enunciados de alta sofisticação técnica, passa pelo discurso literário corporificado em textos de Monteiro Lobato e pelos discursos dos movimentos sociais tipificados nas falas do MST, chegando, por fim, ao discurso de um presidente da República por meio do qual evidencia “a heterogeneidade constitutiva do discurso político demagógico brasileiro”. O que guia toda a análise é a questão dos referentes da linguagem. Trata-se de um tema de grande transcendência cuja relevância não se limita apenas aos domínios diretamente explorados (lingüística e filosofia da linguagem), atingindo todas as disciplinas científicas cujos enunciados aspiram ao máximo grau de formalização, assim como a linguagem comum e corrente que funciona à margem da exigência de rigor formal. Particularmente, destaco a importância da contribuição deste livro para a área de educação. Com efeito, foi a partir do texto de Strawson, “Sobre referir”, também conhecido como “tratado da referência”, publicado em 1950, que se configurou a corrente da filosofia analítica da educação no âmbito da qual surgiram vários trabalhos dedicados à análise lógica da linguagem educacional buscando depurá-la de suas imprecisões e ambigüidades. Situando a Escola de Oxford, em especial a posição de Strawson no contexto das discussões que se travaram sobre o problema da referência e evidenciando os seus limites, esta obra auxilia significativamente a compreensão crítica da filosofia analítica da educação e, por este caminho, traz contribuição importante para aclarar o problema do estatuto teórico da educação. Com este lançamento a Editora Autores Associados põe em circulação um livro de leitura obrigatória aos estudiosos de todas as áreas do conhecimento, sendo também de grande interesse para os professores dos diferentes graus de ensino. (Dermeval Saviani– Professor emérito da Unicamp)

35 em estoque

Descrição

Um livro primoroso. Rigoroso, erudito e extremamente claro, rastreia mais de um século de debates sobre o problema da referência examinando os sucessivos deslocamentos operados nos campos da lingüística e da filosofia da linguagem ao longo de todo o século XX. Dotada de impressionante capacidade de síntese, a autora transita com desenvoltura dos discursos filosóficos e científicos, caracterizados por enunciados de alta sofisticação técnica, passa pelo discurso literário corporificado em textos de Monteiro Lobato e pelos discursos dos movimentos sociais tipificados nas falas do MST, chegando, por fim, ao discurso de um presidente da República por meio do qual evidencia “a heterogeneidade constitutiva do discurso político demagógico brasileiro”. O que guia toda a análise é a questão dos referentes da linguagem. Trata-se de um tema de grande transcendência cuja relevância não se limita apenas aos domínios diretamente explorados (lingüística e filosofia da linguagem), atingindo todas as disciplinas científicas cujos enunciados aspiram ao máximo grau de formalização, assim como a linguagem comum e corrente que funciona à margem da exigência de rigor formal. Particularmente, destaco a importância da contribuição deste livro para a área de educação. Com efeito, foi a partir do texto de Strawson, “Sobre referir”, também conhecido como “tratado da referência”, publicado em 1950, que se configurou a corrente da filosofia analítica da educação no âmbito da qual surgiram vários trabalhos dedicados à análise lógica da linguagem educacional buscando depurá-la de suas imprecisões e ambigüidades. Situando a Escola de Oxford, em especial a posição de Strawson no contexto das discussões que se travaram sobre o problema da referência e evidenciando os seus limites, esta obra auxilia significativamente a compreensão crítica da filosofia analítica da educação e, por este caminho, traz contribuição importante para aclarar o problema do estatuto teórico da educação. Com este lançamento a Editora Autores Associados põe em circulação um livro de leitura obrigatória aos estudiosos de todas as áreas do conhecimento, sendo também de grande interesse para os professores dos diferentes graus de ensino. (Dermeval Saviani– Professor emérito da Unicamp)

Informação adicional

Peso 0.24 kg
parcelas

sinopse

indice

Informações do Autor

Nº de Páginas

Nº da Edição

Dimensões

Autora

Ficha Técnica

isbn

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.