Valorização ou esvaziamento do trabalho do professor?

R$69,00

ou em até 4x de R$17,25 sem juros.

Valorização ou esvaziamento do trabalho do professor? um estudo crítico-comparativo da teoria do professor reflexivo, do construtivismo e da psicologia vigotskiana faz uma análise crítico-comparativa entre a teoria do professor reflexivo, o construtivismo e a psicologia vigotskiana procurando compreender em que medida há a valorização ou o esvaziamento do trabalho do professor nessas perspectivas.

0 em estoque

REF: 978-85-7496-103-3 Categoria:

Descrição

Valorização ou esvaziamento do trabalho do professor? um estudo crítico-comparativo da teoria do professor reflexivo, do construtivismo e da psicologia vigotskiana faz uma análise crítico-comparativa entre a teoria do professor reflexivo, o construtivismo e a psicologia vigotskiana procurando compreender em que medida há a valorização ou o esvaziamento do trabalho do professor nessas perspectivas. A análise da teoria do professor reflexivo demonstra que essa corrente educacional, ainda que focalize o trabalho do professor, está apoiada em concepções epistemológicas e pedagógicas que levam à secundarização do ensino. Por sua vez, a epistemologia piagetiana bem como a concepção piagetiana da relação entre desenvolvimento e aprendizagem reduzem o trabalho do professor ao de um mero facilitador da aprendizagem. Também são evidenciados vínculos entre essas duas abordagens educacionais e a pedagogia nova. Coerente em seu rigor analítico, a autora mostra que Vigotski, no início de sua atividade docente, quando lecionou psicologia em um instituto de formação de professores e escreveu o livro Psicologia pedagógica, também foi parcialmente influenciado pelas idéias escolanovistas, o que o levou a, nesse livro, também reduzir o trabalho do professor ao de um facilitador da aprendizagem. Entretanto, prosseguindo na análise da obra vigotskiana, a autora elucida que Vigotski superou essa abordagem e elaborou as bases de uma psicologia marxista que coaduna com uma pedagogia histórico-crítica, a qual concebe o trabalho do professor como o ato de ensinar, de transmitir o saber historicamente construído.

Informação adicional

Peso 0.36 kg
parcelas

sinopse

indice

Informações do Autor

Nº de Páginas

Nº da Edição

Dimensões

Autora

Ficha Técnica

isbn

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Valorização ou esvaziamento do trabalho do professor?”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *