Quando não é quase a mesma coisa: traduções de Lev Vigotski no Brasil

R$65,00

ou em até 3x de R$21,67 sem juros.

“Eis aí o resultado dessa maravilhosa aventura. É um trabalho feito com zelo, competência e rigor. Zoia dedicou-se a ele com paixão, a mesma paixão que nutre pela sua amada Rússia. Seu trabalho é necessário. Décadas depois da chegada de Vigotski e da psicologia soviética à nossa terra, impunha-se uma revisão de tudo que aconteceu desde então. Como se diz por aí, era preciso uma ‘freada de arrumação’. E essa arrumação não foi pouca. Ela tem sérias implicações para a compreensão de conceitos-chave da obra de Vigotski. 

0 em estoque

REF: 978-85-7496-288-7 Categoria:

Descrição

“Eis aí o resultado dessa maravilhosa aventura. É um trabalho feito com zelo, competência e rigor. Zoia dedicou-se a ele com paixão, a mesma paixão que nutre pela sua amada Rússia. Seu trabalho é necessário. Décadas depois da chegada de Vigotski e da psicologia soviética à nossa terra, impunha-se uma revisão de tudo que aconteceu desde então. Como se diz por aí, era preciso uma ‘freada de arrumação’. E essa arrumação não foi pouca. Ela tem sérias implicações para a compreensão de conceitos-chave da obra de Vigotski. 

Estudantes da área da psicologia e da educação, assim como estudiosos do pensamento desse homem ilustre, têm diante de si um precioso material para consulta e reflexão. Para isso, entretanto, é preciso vencer resistências. De um modo geral, forjou-se entre nós uma tradição sobre as denominações de alguns conceitos-chave da teoria vigotskiana. Zoia faz um exame crítico de alguns desses conceitos e mostra, por exemplo, que Vigotski trata da relação entre instrução (ou ensino) e desenvolvimento e não, conforme algumas traduções, da relação aprendizagem e desenvolvimento. Isso tem importantes implicações para a compreensão do conceito de zona de desenvolvimento iminente. Essa tradição é tão forte que, por vezes, Zoia teve de ceder à teimosia de editores que, sem conhecimento de causa, insistiram em traduzir retch por “linguagem” e não “fala”, como seria o correto”.

Elizabeth Tunes

Informação adicional

parcelas

sinopse

indice

Informações do Autor

Autor

Nº de Páginas

Nº da Edição

Dimensões

Ficha Técnica

isbn

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.