18 de 26 produtos cadastrados na categoria Ciranda de letras

Próximo »  

Crônicas sepeenses: das vivências locais às inquietações universais

Crônicas sepeenses: das vivências locais às inquietações universais

Autora: Maria Aparecida Dellinghausen Motta


R$46,00







Nº da Edição: 1ª edição (2014)

Nº de Páginas: 176

Isbn: 978-85-62018-17-6

Dimensões: 15,5x22,5 cm



Disponibilidade: Em estoque


Dúvidas ?
 
 


Calcular frete:

Formas de pagamento:

 

R$46,00

Parcele em até 3x sem juros
1x de R$46,00
2x de R$23,00
3x de R$15,33


 

As Crônicas “ativam os laços que unem os cidadãos e habitantes de São Sepé numa comunidade de destinos a partir da qual se alçam à condição gaúcha e brasileira, projetando-se para o conjunto do universo humano” (Dermeval Saviani).

São “vivências traduzidas em textos nos quais a autora, além do delicado trato literário dado a conteúdos diversificados, expõe suas posições em defesa da natureza, o respeito à história das cidades e de seus habitantes” (Maria de Fatima Felix Rosar).

A defesa da natureza, a memória da cidade e de seus habitantes, o cotidiano particular transfigurado em sentimento universal.


Prefácio
Dermeval Saviani

Apresentação

"Aldeã"

Água, a fonte da vida

- Banhos

- Águas de março

Vivências

- O escolar

- Mãe admirável!

- Lições de vida

- Era uma vez...

- Viagens me dera Deus!...

- Meu livro Queres ler?

- Divino: a corte e a festa

Infância

- Primeira arqueologia

- Aroeira dá coceira?

Personagens

- Minha professora

- Padre Otávio

- Ventura da Silva

- Dona Eponina

- Um médico para além da medicina

- Um brasileiro chamado Oscar

Vitualhas

- O leite e o poço

- Gemadas e uma casa antiga

- Fortificantes

- Milho debulhado

- O avô e o mel

- A controvérsia da abóbora

Natureza

- Abril em flor

- Que não silenciem as primaveras

- Consciência

- Escolhas

- Natureza morta

- Moderno Midas

Inquietações

- Finados

- Coroas

- Pezinhos carmelitas

Cinema

- “Meia-entrada” de saudade

- Cinema mudo

Comunicações

- Correios e telégrafos

- Uma encomenda, via Barin

Comércio

- Viajantes

- Patrícios

- Casa Motta

Três leituras

- Antes do passado

- Tupancy: traços de sua história

- São Sepé de ontem, de hoje e de amanhã

Memória

- Triste é a história de um povo sem sua memória

- Para onde foram as flores?

Epílogo

- Esperanças


Maria Aparecida Dellinghausen Motta é formada em filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), RS (1971). Cursou estudos pós-graduados em antropologia filosófica na mesma universidade (1973-1976) e em filosofia e história da educação na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) (1981-1984). Desde muito jovem, exerce atividades literárias. Atualmente é membro de Conselho Editorial da Autores Associados e é editora do selo “Ciranda de Letras”. É autora dos livros Aurora da vida e Rosas do tempo, publicados respectivamente em 2005 e 2007 pela Autores Associados. 


Editora Autores Associados

Autora: Maria Aparecida Dellinghausen Motta

ISBN: 978-85-62018-17-6

Edição: 1ª edição (2014)

Número de páginas: 176

Formato: 15,5x22,5 cm

Peso: 0,310g 

Dúvidas?

Mandar uma dúvida

Nenhuma dúvida cadastrada.


Mandar sua dúvida

* Campos Obrigatórios

 
    • Aguarde o carregamento ... Carregando...
Cálculos das Parcelas
1 x R$46,00
2 x R$23,00
3 x R$15,33
   

Desenvolvido por Lógica Digital Lógica Digital