89 de 136 produtos cadastrados na categoria Educação contemporânea

Próximo »  

Vigotski e o "aprender a aprender": crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana

Vigotski e o "aprender a aprender": crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana

Autor: Newton Duarte


R$79,00







Nº da Edição: 5ª Edição revista (2011)

Nº de Páginas: 385

Isbn: 978-85-85701-91-8

Dimensões: 16x23 cm




Dúvidas ?
 
 

Formas de pagamento:

 

R$79,00

Parcele em até 3x sem juros
1x de R$79,00
2x de R$39,50
3x de R$26,33


 

Nesse livro o autor polemiza com uma tendência que estaria se tornando dominante entre os educadores que buscam, no terreno da psicologia, fundamentação em Vigotski: a tendência a interpretar as idéias desse psicólogo numa ótica que as aproxima a ideários pedagógicos centrados no lema "aprender a aprender". Aliás, mais o que um lema, o "aprender a aprender" significa, para uma ampla parcela dos intelectuais da educação da atualidade, um verdadeiro símbolo das posições pedagógicas mais inovadoras, progressistas e, portanto, sintonizadas com o que seriam as necessidades dos indivíduos e da sociedade do século XXI. Neste livro o autor aponta para o papel ideológico desempenhado por esse tipo de apropriação das ideias de Vigotski, qual seja, o papel de manutenção da hegemonia burguesa no campo educacional, por meio da incorporação da teoria vigotskiana ao universo ideológico neoliberal e pós-moderno.


Prefácio à segunda edição

 

Considerações iniciais

A aproximação da psicologia vigotskiana ao lema pedagógico "aprender a aprender" é uma estratégia ideológica

 

Capítulo um

O lema "aprender a aprender" nos ideários educacionais contemporâneos

1. Os posicionamentos valorativos contidos no lema "aprender a aprender"

2. O lema "aprender a aprender' no dircurso oficial contemporâneo: dois exemplos

 

Capítulo dois

Neoliberalismo, pós-modernismo e construtivismo

1. Características do universo ideológico neoliberal e pós-moderno

2. Interfaces entre construtivismo e pós-modernismo e as tentativas de unificação das ideias de Piaget e Vigotski

 

Capítulo três

A historicidade do ser humano e o esvazamento da individualidade na sociedade capitalista

1. A historicidade do ser humano em Marx: a dialética entre objetivação e apropriação

2. A crítica de Marx à naturalização do histórico

3. O "aprender a aprender" e a globalização como esvaziamento completo do indivíduo

 

Capítulo quatro

Em defesa de uma leitura marxista da obra de Vigotski

1. As tentativas de afastar a teoria de Vigotski da teoria de Leontiev

2. A substituição do que escreveu Vigotski pelo que escrveram seus intérpretes e as traduções resumidas/censuradas de textos vigotskianos

3. O ecletismo nas interpretações pós-modernas e neoliberais da teoria vigotskiana

 

Capítulo cinco

A crítica radical de Vigotski a Piaget

1. Vigotski detecta o alicerce principal do edifício teórico do jovem Piaget: a concepção de que o pensamento egocêntrico seria uma fase intermediária entre o pensamento autista e o pensamento socializado

2. Vigotski faz a crítica ao princípio teórico adotado por Piaget, segundo o qual a gênese do pensamento teria como ponto de partida natural o pensamento autista

3. Vigotski ataca o fundamento empírico de Piaget mostrando que a linguagem egocêntrica não é uma expressão direta do pensamento egocêntrico

4. Vigotski contrapõe-se à concepção de socialização presente na psicologia do desenvolvimento de Piaget e faz a crítica aos pressupostos filosóficos idealistas e relativistas dessa psicologia

5. Vigotski opõe à psicologia de Piaget uma psicologia que historicize o psiquismo humano

 

Capítulo seis

A psicologia de Piaget é sociointeracionista

 

Considerações finais

Afinal, qual o sentido de se estudar Vigotski hoje?

 

Referências bibliográficas

 

Sobre o autor


Newton Duarte nasceu em São Paulo em 1961. Graduou-se em pedagogia em 1985 pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) onde obteve o título de mestre em educação em 1987. Doutorou-se em educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 1992. No ano de 1999 obteve o título de livre-docente em psicologia da educação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Araraquara, da qual é docente desde 1988, tendo sido nomeado, em 2009, para o cargo de professor titulas. É líder do grupo de pesquisa Estudos Marxistas em Educação. Atualmente desenvolve dois projetos de pesquisa: 1) Formação humana e arte em Lukács e Vigotski; 2) A perspectiva marxista em educação e as pedagogias contemporâneas. 


Editora Autores Associados 

Autor: Newton Duarte 

ISBN: 978-85-85701-91-8

Edição: 5ª edição revista (2011)

Número de Páginas: 385

Formato: 16x23 cm

Peso: 660g

Dúvidas?

Mandar uma dúvida

Nenhuma dúvida cadastrada.


Mandar sua dúvida

* Campos Obrigatórios

 
    • Aguarde o carregamento ... Carregando...
Cálculos das Parcelas
1 x R$79,00
2 x R$39,50
3 x R$26,33
   

Desenvolvido por Lógica Digital Lógica Digital